A criptografia como padrão de proteção dos dados sensíveis

Os números de ataques cibernéticos cada vez alcançam níveis mais altos. A segurança digital de empresas e do mercado industrial virou alvo constante de ameaças e golpes. Proteger a confidencialidade das informações já não é uma tarefa simples ou fácil, mas a criptografia torna esse processo de proteção mais ágil e seguro.

Como a criptografia pode ser efetiva na proteção de dados

A segurança dos negócios depende da qualidade do suporte técnico e da infraestrutura de rede. Esta estrutura, quando dispõe de fortes recursos de criptografia, permite a defesa e/ou a tomada de ações com maior velocidade e objetividade. A criptografia de ponta ajuda na execução de políticas de segurança e contribui para a governança de TI.

O controle do armazenamento e compartilhamento de informações sensíveis são rotinas que demandam um grau maior de acompanhamento e proteção. A criptografia atua nesse fluxo de comunicação por intermédio de uma análise precisa em arquivos e pastas (FLE), como também no disco (FDE), sendo capaz de detectar com exatidão todo e qualquer acesso não autorizado ou suspeito.

Como a criptografia realmente funciona?

A criptografia pode ser entendida como um processo de cifragem, ou seja, dados abertos são transformados em dados fechados e codificadas, com o intuito de dificultar acessos indevidos às informações de uma organização ou operação.

Essa medida de proteção orquestra documentos confidenciais, acompanhando de perto o tráfego ou manuseio dos mesmos em casos de perda ou roubo de dispositivos como notebooks e laptops, celulares, etc., bem como acesso indevido a documentos sigilosos que estejam dentro do ambiente de rede da empresa (por exemplo, o projeto de um novo produto, relação de salários de gestores, documentos relacionados a um processo de fusão/aquisição, acordos judiciais, entre outros).

A criptografia realizada nos Endpoints intensifica a proteção de pastas, disco rígido ou qualquer volume de dados, operando na rede de forma incisiva e rígida para garantir uma ampla segurança

O gerenciamento das estações de trabalho e dos bancos de dados, quando criptografados, apresenta um modelo de controle mais maduro e rígido. Para acelerar o desempenho de serviços e soluções, o Padrão de Criptografia Avançada (AES) fornece uma linha de análise programada e personalizada, selecionando dados para criptografá-los automaticamente.

Codificar informações é o melhor jeito de preservar a segurança de conteúdos sigilosos

Sejam documentos de escritório, arquivos remotos ou dados fixos, tudo pode ser devidamente criptografado e inspecionado. Habilitar essa codificação promove uma infraestrutura vistoriada de ponta a ponta, cuidando dos conteúdos dentro ou fora do ambiente corporativo.

A criptografia descarta qualquer acesso suspeito e, sempre que automatizada, também possibilita mais agilidade aos processos de codificação de dados e eventos. A segurança da informação é essencial para o crescimento saudável de qualquer negócio. Cuidar do conteúdo de uma organização é o primeiro passo para evoluir positivamente e com sustentabilidade. 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos