A importância e os riscos do e-mail

O e-mail se tornou uma ferramenta fundamental para qualquer negócio. Nessa mesma proporção de credibilidade, ele também pode virar um facilitador de ataques digitais e vazamento de dados. Mesmo com diversas novas ferramentas de mensageria, a comunicação corporativa de hoje ainda é baseada nessa troca de mensagens online, seja dentro da empresa ou em condição remota.

Documentos sensíveis e informações confidenciais circulam constantemente entre plataformas de e-mails no ambiente corporativo. Este recurso é muito importante, mas, para ser efetivo e seguro, precisa ser usado com base em parâmetros rígidos de segurança para precaver ameaças.

Como um e-mail pode acarretar riscos ao negócio?

O fluxo de dados compartilhados diariamente via e-mail demanda um alto padrão de proteção que nem sempre é seguido pelas empresas. A disponibilidade desse meio de comunicação ainda necessita ser acompanhada por políticas de segurança e soluções modernas de monitoramento.

90% das ameaças digitais chegam através de e-mails, afetando de informações corporativas até dados de clientes.

Todo tráfego na rede deve ser continuamente supervisionado. Administrar servidores de e-mails é obrigatoriamente uma ação que demanda protocolos de rastreamento de risco e identificação de vulnerabilidades. A liberação indevida de uma credencial de e-mail já pode impactar drasticamente uma organização inteira.

Como garantir segurança para empresas e suas plataformas de e-mail?

Não existe segurança cibernética sem recursos como o de certificação digital, criptografia por gateway e classificação de dados. Incrementar medidas de verificação das credenciais dos usuários é proporcionar envio e recebimento de e-mails com conteúdo codificado, autenticado, seguro e inviolável.

Um monitoramento assertivo entrega um mapeamento dos pontos críticos e apresenta um detalhamento das atividades diárias ou suspeitas.

A mobilidade dos dados é um critério que possibilita a continuidade de muitos serviços, mas requer um controle minucioso para evitar qualquer possibilidade de risco ao patrimônio documental. A política de criptografia, rastreio e monitoramento agrega um nível de segurança equivalente ao potencial das ameaças.

E-mail é indispensável, mas a segurança dos dados também é.

A segurança do sistema de e-mail determina a qualidade da comunicação de um negócio. Nesse sentido, o nível da confiabilidade dessa interatividade vai interferir nos resultados da empresa. Articular um correio eletrônico seguro é possível, mas exige políticas de segurança, capacitação de funcionários e novas tecnologias.

Definir e atualizar com frequência as regras de segurança ajuda no fortalecimento das condutas de proteção, seguidas por sistemas e colaboradores.

Pequenas e Médias empresas podem ter dificuldades para obter as soluções corretas, além da necessidade de capacitar seu time técnico. Por isso, o uso de Serviços Gerenciados se mostra uma excelente alternativa de custo-benefício.

Afinal, construir diretrizes de segurança com ênfase em ajustar comportamento de risco e reforçar a monitoria operacional é firmar um exercício contínuo de encontrar e corrigir falhas com imediatismo.

O e-mail agiliza serviços e facilita decisões por intermédio de uma comunicação ágil mas, sem a devida segurança, a maior vantagem se transforma no pior dos riscos.

 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos

Aumento explosivo de infecções por Ransomware

Ransomware já é uma grande ameaça para os dados corporativos, e a demanda da diversidade de ataques não para de crescer. Entenda como ele ataca, como se proteger e quais ferramentas usar para ajudar.