Como corrigir as vulnerabilidades dos sistemas

A avaliação da vulnerabilidade e o gerenciamento de patches são partes importantes da estratégia de segurança cibernética, que envolve um processo proativo de proteção em várias camadas. Ao registrar novas máquinas na rede, os sistemas precisam ser verificados quanto a quaisquer falhas de segurança conhecidas e corrigidos quando possível. 

Como as vulnerabilidades de segurança podem permitir que os hackers acessem os sistemas e aplicativos de TI, é essencial que as empresas identifiquem e corrijam os pontos fracos antes que eles possam ser explorados.

A seguir, mostramos as etapas necessárias para garantir a correção das vulnerabilidades e a proteção dos seus dados.

 

Como funciona a Análise de Vulnerabilidades

A Análise de Vulnerabilidades é um processo de identificação, quantificação e priorização de vulnerabilidades encontradas nos sistemas. Com essa solução, você pode varrer as suas máquinas em busca de vulnerabilidades e verificar se os sistemas operacionais e aplicativos instalados estão atualizados e funcionando corretamente.

Uma Análise de Vulnerabilidades faz uma revisão sistemática dos pontos fracos de segurança em um sistema de informação. Ela avalia se o sistema é suscetível a quaisquer vulnerabilidades conhecidas, atribui níveis de gravidade a essas brechas e recomenda remediação ou mitigação, caso seja necessário.

Esse processo fornece orientação sobre como avaliar os riscos associados a essas fraquezas. Desse modo, ele permite à organização uma melhor compreensão de seus ativos, falhas de segurança e risco geral, reduzindo a probabilidade de um cibercriminoso violar os seus sistemas.

A avaliação de vulnerabilidades envolve as seguintes etapas:

  • Segurança
    Os patches são frequentemente criados após uma vulnerabilidade ser encontrada por pesquisadores de segurança ou quando os clientes experimentaram uma violação de dados. Nesses casos, patches críticos devem ser aplicados o mais rapidamente possível para evitar roubos de dados e danos duradouros à reputação das empresas.

  • Conformidade
    O gerenciamento de patches desempenha um papel significativo na conformidade, minimizando possíveis vazamentos de dados e aumentando a proteção de dados. Isso é especialmente importante para instituições governamentais, de saúde, serviços e finanças, que enfrentam grandes perdas com o vazamento de dados.

  • Produtividade
    Se um sistema for hackeado e a sua vulnerabilidade não for corrigida, isso pode prejudicar a continuidade de negócios e comprometer a produtividade. Uma boa solução de gerenciamento de patches evitará essa situação.

 

Como implementar a Análise de Vulnerabilidades em sua empresa

  1. Crie um plano de proteção com o módulo de Análise de Vulnerabilidades habilitado, especifique as configurações de avaliação de vulnerabilidades e atribua o plano às máquinas.

  2. O sistema, por agendamento ou sob demanda, envia um comando para executar a varredura de avaliação das vulnerabilidades para os agentes de proteção instalados nas máquinas.

  3. Os agentes obtêm o comando, começam a examinar as máquinas em busca de vulnerabilidades e geram a atividade de varredura.

  4. Depois que a varredura é concluída, os agentes geram os resultados e os enviam ao serviço de monitoramento.

  5. O serviço de monitoramento processa os dados recebidos e mostra os resultados nos widgets de avaliação de vulnerabilidade e nas listas de vulnerabilidades encontradas.

  6. Ao obter uma lista das vulnerabilidades encontradas, você pode processá-las e decidir quais dos problemas encontrados devem ser corrigidos.

[Infográfico – Patches: A importância de manter seus softwares atualizados]

 

As ferramentas de Análise de Vulnerabilidades são projetadas para fazer automaticamente a varredura em busca de ameaças novas e existentes que podem ter como alvo o seu sistema.

Os tipos de ferramentas incluem:

  • Scanners de aplicativos da Web que testam e simulam padrões de ataque conhecidos;

  • Scanners de protocolo que procuram protocolos, portas e serviços de rede vulneráveis;

  • Scanners de rede que ajudam a visualizar redes e descobrir sinais de aviso, como endereços IP perdidos, pacotes falsificados e geração de pacotes suspeitos a partir de um único endereço IP.

Portanto, recomenda-se utilizar essas ferramentas para agendar varreduras regulares e automatizadas de todos os sistemas de TI críticos. Os resultados dessas varreduras devem alimentar o processo contínuo de Análise de Vulnerabilidades das organizações.

Para encontrar a proteção mais adequada para a sua empresa e combiná-la com o uso da Análise de Vulnerabilidades é importante contar com a ajuda de um serviço qualificado e especializado em Segurança da Informação.

A AIM7 consegue ajudar você e a sua empresa a acelerar o processo de mitigação e correção de vulnerabilidades. Para isso, nós oferecemos gratuitamente um software de Análise de Vulnerabilidades de última geração para ajudar na Segurança da Informação da sua empresa.

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos

Dicas de segurança no Home Office

Impulsionado pela pandemia, o #homeoffice mudou significativamente a maneira como a força de trabalho opera em todo o mundo. Até setembro de 2021, pelo menos 11,7% de todos os funcionários brasileiros trabalharão em casa, segundo pesquisa do Ipea. Veja como se proteger de #ciberataques no trabalho remoto.