EDR vs XDR: escolha a melhor proteção para os seus endpoints

A proteção dos endpoints deve ser uma das principais prioridades da Segurança da Informação das empresas. Afinal, o ataque a um único dispositivo pode se espalhar pela rede corporativa e comprometer todos os seus dados e informações, gerando assim prejuízos milionários. 

Para agravar a situação, os criminosos virtuais estão cada vez mais sofisticados e capazes de ultrapassar as proteções de segurança. Com a migração para a nuvem, o trabalho remoto e um número cada vez maior de dispositivos conectados à internet, os endpoints corporativos se tornaram muito mais vulneráveis. Em função disso, as soluções tradicionais para proteção dos endpoints deixaram de ser suficientes. 

Tanto o Endpoint Detection and Response (EDR) quanto o Extended Detection and Response (XDR) são soluções projetadas para fornecer detecção e resposta a ameaças de forma automatizada, por meio da visibilidade de dados juntamente com a análise de informações complexas. Mas alguns analistas de mercado já consideram o EDR ultrapassado e afirmam que o XDR é agora necessário para gerar uma vantagem competitiva frente às ameaças.

Neste artigo, vamos explicar as diferenças entre essas soluções de segurança para endpoints corporativos e como pode ser otimizado o uso dessas ferramentas.

 

EDR: gerenciamento de ameaças proativo

Muitos ataques cibernéticos começam no endpoint. E-mails de phishing e vetores de ataques semelhantes criam uma base inicial em um único computador e se expandem pela rede a partir daí. Por isso, quando um ataque ocorre, é preciso identificar o que aconteceu, por onde o malware entrou, quais computadores foram afetados e a causa original do problema. 

Para ajudar nessa tarefa, surgiu o conceito de EDR (Endpoint Detection and Response). O termo foi cunhado em 2013, por Anton Chivakin, pesquisador do Gartner, para definir as ferramentas voltadas para a detecção e investigação de atividades suspeitas e outros problemas nos endpoints. 

Até então, as soluções de segurança tradicionais realizavam apenas um monitoramento responsivo das ameaças, quando o ataque já tinha se efetivado. Com a solução de segurança EDR, o gerenciamento de ameaças passou a ser muito mais proativo. Isso porque o EDR fornece uma visibilidade profunda para os endpoints, possibilitando a mitigação de ameaças, prevenção de ataques e suporte a atividades proativas de caça a vulnerabilidades.

Para que uma solução seja caracterizada como um EDR, ela deve ter basicamente os seguintes recursos:

  • Monitoramento
    Capacidade de acompanhamento contínuo das atividades executadas no endpoint
  • Registro de eventos
    Toda atividade executada no endpoint deve ser registrada e armazenada em local centralizado, para posterior análise e correlação

  • Análise
    Eventos armazenados são analisados em busca de evidências de atividades suspeitas ou maliciosas, gerando inteligência para a tomada de decisão e mitigação

As soluções de EDR trouxeram maior visibilidade e rastreabilidade para os incidentes. Porém, elas também exigiram uma mudança de postura por parte das organizações. Afinal, apenas 46% de todos os recursos e funcionalidades são usadas ativamente, segundo levantamento do Ponemon Institute. Além disso, essas empresas levavam, em média, três meses até que uma  solução de EDR fosse totalmente implantada.

Adquirir e implantar uma solução de EDR pode trazer outras dificuldades:

  • Volume muito grande de logs e falso-positivos: Quando uma solução de segurança começa a gerar alertas desnecessários, ela se torna apenas um adereço sem importância. Por isso, é preciso usar configurações específicas para aprimorar as detecções.

  • Falta de integração entre as soluções: Adquirir diversas soluções de segurança sobrecarrega o sistema e não necessariamente torna a sua rede mais segura. Para que sejam realmente eficientes, essas soluções precisam ser capazes de conversar entre si.

  • Falta de visibilidade além do Endpoint: As soluções de EDR coletam os dados dos eventos de um determinado endpoint, mas têm dificuldades em correlacionar com outros componentes da infraestrutura, principalmente quando estes não são gerenciados ou estão em nuvem.

  • Equipe não capacitada para a tarefa de análise e investigação.


XDR: segurança integrada e gerenciamento facilitado 

O XDR é considerado uma variação mais nova e avançada de EDR. Embora seja o principal alvo dos cibercriminosos, cada endpoint é apenas um componente da infraestrutura de TI de uma organização, que é composta por um grande número de sistemas de vários tipos. Por isso, tentar gerenciar uma infraestrutura de rede diversa com soluções pontuais pode ser complexo e opressor para as equipes de segurança.

A Detecção e Resposta Estendida (XDR) foi projetada para simplificar o gerenciamento de segurança de rede corporativa. As soluções XDR integram a visibilidade da segurança em toda a infraestrutura de uma organização, incluindo endpoints, infraestrutura em nuvem, dispositivos móveis e muito mais. Esse único painel de visibilidade simplifica o gerenciamento de segurança e a aplicação de políticas consistentes em toda a empresa.

O grande diferencial desse conceito está na extensão de sua proteção, que abrange qualquer fonte de dados, e não somente o endpoint. O XDR é capaz de interpretar dados de outras origens e fazer uma análise muito mais completa dos incidentes. Essa solução tem acesso a informações de fontes como endpoints gerenciados e não-gerenciados, smartphones, tablets, câmeras, impressoras e serviços de nuvem. Ou seja, tudo que estiver conectado à sua infraestrutura, seja ela on-premise, em nuvem ou híbrida.

O foco principal de um XDR é a integração de segurança. Ao agregar dados de toda a empresa, a solução tem o contexto necessário para detectar ataques sofisticados e distribuídos. 

Os sistemas XDR também podem aplicar análise de dados e inteligência de ameaças a esses dados para identificar tendências e ameaças conhecidas. Além disso, a integração diminui a carga de trabalho dos analistas de segurança, permitindo que eles concentrem melhor seus esforços.

As soluções XDR podem ainda responder automaticamente às ameaças identificadas. Isso inclui tomar medidas preventivas para impedir que conteúdo malicioso chegue a um sistema e trabalhar para mitigar um ataque em andamento em um endpoint comprometido.

 

EDR x XDR: semelhanças e diferenças

As soluções EDR e XDR foram projetadas para substituir abordagens legadas e reativas à segurança cibernética. Como resultado, as soluções EDR e XDR são semelhantes de várias maneiras, como:

  • Abordagem preventiva: as soluções de segurança tradicionais geralmente se concentram na detecção e correção de ameaças contínuas. Tanto o EDR quanto o XDR tentam evitar incidentes de segurança coletando dados detalhados e aplicando análises de dados e inteligência de ameaças para identificar vulnerabilidades antes que os ataques ocorram.

  • Resposta rápida a ameaças: O EDR e XDR suportam detecção e resposta automatizada a ameaças. Isso permite que uma organização minimize o custo, o impacto e os danos causados ​​por um ataque cibernético, evitando ou corrigindo-o rapidamente.

  • Suporte à caça de ameaças: a caça de ameaças permite a segurança proativa, possibilitando que os analistas identifiquem e corrijam possíveis problemas de segurança antes que sejam explorados por um invasor. O EDR e o XDR fornecem visibilidade profunda e fácil acesso aos dados, o que auxilia nos esforços de caça às ameaças.

Porém, apesar das semelhanças, o EDR e XDR adotam abordagens diferentes para a segurança cibernética. Algumas das principais diferenças entre os dois incluem:

  • Foco: O EDR está focado em proteger o endpoint, fornecendo visibilidade detalhada e prevenção de ameaças para um dispositivo específico. O XDR, por sua vez, tem uma visão mais ampla, integrando segurança em endpoints, computação em nuvem, e-mail e outras soluções.

  • Integração da solução: As soluções de EDR podem fornecer a melhor proteção para os endpoints e permite que eles sejam integrados manualmente com uma variedade de soluções pontuais. Enquanto isso, o XDR foi projetado para fornecer visibilidade integrada e gerenciamento de ameaças em uma única solução, simplificando drasticamente a arquitetura de segurança de uma organização.

A AIM7 tem como principal objetivo oferecer soluções de Segurança da Informação para empresas preocupadas em ter uma proteção de dados efetiva. Conte com nosso time altamente capacitado para entregar os melhores serviços e garantir o correto funcionamento das soluções no ambiente de rede da sua empresa.

Entre em contato conosco.

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos

Como corrigir as vulnerabilidades dos sistemas

A avaliação da vulnerabilidade e o gerenciamento de patches são partes importantes da estratégia de segurança cibernética, que envolve um processo proativo de proteção em várias camadas. Ao registrar novas máquinas na rede, os sistemas precisam ser verificados quanto a quaisquer falhas de segurança conhecidas e corrigidos quando possível.  Conheça mais detalhes no artigo.