Garanta a produtividade dos colaboradores no trabalho remoto

Saiba como é possível acompanhar o nível de produtividade de sua equipe ao mesmo tempo em que audita as condições de segurança e a proteção de dados.

Entendendo a origem do Home Office

Mesmo ganhando bastante notoriedade em 2020, o home office não é uma inovação. O trabalho remoto é uma realidade iniciada em 1857 por Edgar Thompson, visando reduzir gastos com o deslocamento de trabalhadores. Ao longo dos tempos esse modelo de prestação de serviço foi aprimorado e repensado.

Chamado de teletrabalho durante a década de 70, foi só em meados da década de 80 que vimos aumentar a popularidade do termo home office. Também conhecido através da sigla em inglês SOHO (Small Office and Home Office), o trabalho remoto se consolidou devido ao novo mercado que globalizou a terceirização de serviços e democratizou o uso das novas tecnologias.

Como estruturar o Home Office

A distância não pode abrir espaço para uma produtividade baixa ou comportamento de risco. Ainda que esteja longe do ambiente corporativo, o funcionário precisa receber as mesmas condições de metas, suporte, monitoramento e interação com as políticas da empresa.

Oferecer estrutura para que o funcionário tenha autonomia e ao mesmo tempo seja produtivo deve ser o princípio básico do trabalho remoto. Supervisionar operações no home office é sinal de parceria com o funcionário e de cuidado para com a qualidade do serviço.

Para isso, é necessário estabelecer um canal de comunicação eficiente, no qual a empresa acompanha a execução de tarefas e pode medir o desempenho da equipe em tempo real. Usando monitoramento e recursos digitais podemos realizar essa demanda de controle e suporte.

Até onde o monitoramento deve ir?

Produção efetiva e segurança no home office é preocupação frequente nas pequenas e grandes empresas. Cada departamento lida com dados diferentes e no trabalho remoto isso deve receber uma atenção maior, seja para assegurar clientes, como também corporações e colaboradores.

É importante deixar claro que todo e qualquer monitoramento deve acontecer dentro dos parâmetros oficiais de segurança, como bem definidos pela Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD, que deve entrar em vigência ainda este ano. Liberdade assistida é possível quando o propósito do controle é ajudar o processo do serviço, sem prejudicar nenhum dos componentes envolvidos.

Toda estratégia deve colaborar para o andamento da produtividade, que, por sua vez, deve ser estimulada, gerenciada e avaliada, sempre em alta frequência. Longe de ser uma medida intimidadora, quando bem articulada e conscientemente aplicada, a ação de monitorar gera suporte, incentivando melhorias na operação e evoluindo o engajamento entre equipes distantes.

Como o monitoramento ajuda na produtividade

Se preocupar com a qualidade da produtividade é cuidar do nível de assistência que estamos oferecendo ao cliente. Nesse sentindo, o ganho é geral, pois é monitorando a execução que entendemos o processo e nos aproximamos dos colaboradores, descobrindo as necessidades deles e de cada etapa do serviço também.

Alta ou baixa produção vem de um fator técnico ou humano. O monitoramento trabalha visando estudar o andamento do processo, para só assim conseguir identificar as causas que favorecem ou prejudicam a produtividade geral do trabalho remoto.

Quando mensuramos o tanto que o trabalhador fez e medimos o tanto que ele ainda pode fazer, desenhamos ações que no lugar de cobrar números, atua potencializando o colaborador e dando caminhos orientados para que haja um crescimento operacional sustentável e humanizado.

Através do monitoramento, é possível ainda compreender melhor a utilização e rendimento da infraestrutura fornecida, economizando recursos como, por exemplo, através da eliminação de licenciamento de software desnecessário.

Pela ótica da segurança, o monitoramento também auxiliará no acompanhamento das regras de conformidade da empresa, na auditoria de possíveis riscos de proteção e dados sensíveis e para evitar roubo de informações, identificando funcionários que tem intenção de sair do emprego.

Qual tecnologia pode ser usada para monitorar o home office?

Existe uma infinidade de tecnologias eficazes para o monitoramento aplicado ao home office. Entre elas, é válido destacar o DLP (Data Loss Prevention), porque, além de monitorar, ele visa proteger dados e educar os colaboradores sobre práticas incorretas.

A eficiência do DLP vai além do automático e desempenha padrões mais analíticos, mirando a promoção de segurança no armazenamento ou compartilhamento de dados simples ou sensíveis.

No DLP nada vem de uma abordagem superficial ou demorada. Tanto sua implementação quanto sua execução acontecem de maneira otimizada. Comprometido com coleta e estudo de dados, o DLP gera diagnóstico contínuo e relatório de fácil acesso, através da sua cronologia de processos bem definidos.

Esta tecnologia opera ajudando o home office através de monitoria contínua e auditoria geral, buscando medir o desempenho para estipular metas atingíveis e melhorar o operacional. Além disso, o DLP também atua na identificação de ameaças ocultas, correção de erros e proteção de dados confidenciais, respeitando as diretrizes de segurança presentes na LGPD.

DLP deixa o Home Office produtivo e seguro

Quando o trabalho muda, nem os cuidados que cercam o processo continuam os mesmos. Soluções como a Safetica Auditorrelacionada ao DLP, por exemplo, analisa objetivamente o comportamento do usuário e sua produtividade, garantindo um resumo detalhado do desempenho adquirido e da conduta praticada. No trabalho à distância todo cuidado precisa de novos métodos e novas tecnologias.

O home office estimula a autonomia de pessoas e serviços, mas precisa de uma liberdade gerenciada, evitando vazamento de dados ou comportamento de risco por parte da equipe remota. Reduzir a ineficiência de colaboradores e rastrear o progresso de suas atividades são recursos indispensáveis para quem busca construir um modelo de home office produtivo e seguro.

 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos

Aumento explosivo de infecções por Ransomware

Ransomware já é uma grande ameaça para os dados corporativos, e a demanda da diversidade de ataques não para de crescer. Entenda como ele ataca, como se proteger e quais ferramentas usar para ajudar.