Práticas recomendadas para gerenciamento de firewall

Independentemente do tamanho do seu negócio, um firewall eficiente e bem configurado é necessário para evitar ficar exposto a ataques cibernéticos e ter os seus dados roubados. Essa ferramenta aumenta a defesa contra hackers e usuários não autorizados, evitando, assim, que ativos comerciais privados e informações valiosas sofram violações.

De acordo com o Relatório de Riscos Globais, os ataques cibernéticos são o quinto maior risco tanto para o setor público quanto para o privado. E a tendência é que esse risco continuará se expandindo, pois os ataques cibernéticos de IoT devem aumentar quase duas vezes até 2025. Diante dessas ameaças, nenhum setor está totalmente protegido, e garantir um sistema de segurança cibernética de alta qualidade é de extrema importância.

Porém, um dos maiores desafios do uso do firewall é justamente o gerenciamento dessa ferramenta. Você sabe o que é possível fazer para garantir que essa solução esteja em perfeitas condições de funcionamento? Neste artigo, vamos abordar as melhores práticas de gerenciamento do firewall, para que você possa fazer o melhor uso possível e aumentar a segurança de sua empresa.

Por que a sua empresa precisa de um firewall?

Um firewall bem configurado aumenta a segurança de seu sistema de forma significativa, pois determina quais serviços em sua rede podem ser acessados pelos usuários, estando eles trabalhando de forma remota ou presencial. Portanto, a configuração dessa ferramenta deve ser feita com bastante cuidado na escolha dos seus parâmetros e das restrições de acesso.

Mas antes de nos aprofundarmos nas práticas recomendadas de gerenciamento de firewall, vale a pena explorar porque você precisa de um firewall, em primeiro lugar. Além de proteger a sua empresa do acesso de indivíduos não autorizados ou usuários externos, um firewall também pode:

* Bloquear o acesso a determinados sites considerados não aprovados;

* Inspecionar o tráfego de sua rede em busca de ameaças como vírus, worms, spam e outras ameaças;

* Limitar a largura de banda da rede para determinados conteúdos não relacionados aos negócios, como músicas, fotos ou outros;

* Manter a conectividade site a site protegida por meio de VPN e VPN de acesso remoto para seus funcionários remotos.

Em geral, os firewalls tornam todas as atividades e operações relacionadas à rede muito mais seguras e garantem que seus dados comerciais estejam protegidos. Afinal, uma violação de dados pode não apenas prejudicar suas operações comerciais internas, mas também manchar drasticamente a reputação de sua empresa, levando-a a perder a confiança de seus clientes.

Melhores práticas de gerenciamento de firewall

Uma série de fatores pode afetar a rede, a segurança e os processos do sistema de sua empresa. Portanto, o gerenciamento, a configuração e a solução de problemas de seu firewall podem ser muito mais desafiadores do que parecem. Para ajudá-lo nessa tarefa, aqui estão algumas práticas recomendadas para gerenciamento de firewall que podem ser úteis.

  1. Planeje auditorias de segurança de firewall de rotina

Para detectar qualquer violação de política de segurança, é essencial que a sua equipe de segurança de TI realize auditorias de segurança de firewall regulares e rotineiras. As auditorias são projetadas para verificar se as regras de firewall estão de acordo com os regulamentos de segurança organizacional ou com os requisitos de conformidade impostos por leis de proteção de dados, como a LGPD. Alterações na política de firewall indevidas ou que não foram autorizadas podem levar à não conformidade e a uma série de outras ameaças e problemas.

Portanto, as regras que expõem recursos à Internet devem sempre ser combinadas com inspeção de intrusão e detecção de aplicativos. Uma auditoria feita por uma empresa especializada em cibersegurança facilitará a previsão de como o seu perfil de segurança será afetado por alterações na rede. Uma auditoria de segurança de firewall deve ser realizada sempre que um novo firewall é instalado ou que muitas mudanças de configuração são realizadas nessa ferramenta.

  1. Use ferramentas de controle de acesso à rede

Esse recurso é imprescindível nas redes atuais, pois as torna muito mais seguras, mantendo-as segregadas. Quando um computador se conecta a uma rede de computadores, ele não tem permissão para acessar nada que não esteja em conformidade com uma política definida pelo negócio. Muitas soluções podem ajudá-lo com esse procedimento hoje, mas as mais eficazes são aquelas que oferecem controle de acesso adaptável com automação de gerenciamento.

  1. Certifique-se de que o software de firewall esteja atualizado em tempo hábil

Como acontece com qualquer tipo de aplicativo ou software, atualizações regulares são lançadas por fornecedores para garantir a segurança do firewall. Se você deseja evitar quaisquer riscos e garantir que essa ferramenta esteja funcionando em todo o seu potencial, certifique-se de que ela seja atualizada regularmente.

Mesmo as soluções de próxima geração exigem patches, atualizações e upgrades regulares. Portanto, uma recomendação para as empresas é que elas deixem que um especialista em segurança de TI experiente cuide da sua rotina de atualizações e libere recursos do seu atarefado departamento de TI.

  1. Implemente um plano de gerenciamento de mudanças de firewall

Para garantir que as suas regras de firewall estejam evoluindo e se tornando ainda mais confiáveis ​​para proteger e eliminar quaisquer riscos para a sua rede, é vital fazer alterações no firewall. Porém, uma mudança que não foi bem pensada ou implementada pode criar brechas na segurança da sua rede e torná-la mais fácil de ser invadida.

Por isso, é fundamental ter um plano de gerenciamento de alterações de firewall claro, bem definido e completo. Ele deve ser composto por:

* Uma lista completa de mudanças e o que elas pretendem alcançar;

* Uma visão geral do risco estimado como resultado das mudanças da política de segurança, mostrando como elas afetarão a empresa e como deve ser o plano de mitigação;

* Informações sobre quem foi responsável pela mudança, quando ela foi implementada, os motivos e os resultados das mudanças;

* Um fluxo de trabalho de gerenciamento e controle da mudança e política centralizado e informativo sobre as atividades entre as equipes de rede envolvidas.

A mudança é uma coisa boa, mas requer um nível de preparação e planejamento prévios. Certifique-se de estar totalmente ciente das implicações das alterações de sua política de firewall.

  1. Atualize e limpe a sua base de regras de firewall

Se você deseja atualizar a segurança do firewall para aumentar o desempenho, é importante limpar a base de regras do firewall e otimizá-la. Caos e confusão podem ser causados por uma abundância de regras de firewall, redundâncias, regras duplicadas ou regras inchadas.

Para evitar esses cenários negativos, é preciso garantir que todas as regras desnecessárias sejam removidas com segurança. Por outro lado, certifique-se também que as regras que deseja otimizar sejam mantidas adequadamente.

Caso queira uma consultoria sobre o uso de firewall, procure uma empresa com uma boa dose de expertise para solucionar os principais problemas de TI. O nosso time altamente capacitado está preparado para entregar os melhores serviços e garantir o correto funcionamento das soluções de segurança da informação para a sua empresa.

Se você gostou do tema que abordamos e quer saber maiores detalhes, então aproveite que está aqui e solicite um orçamento agora!

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos