Principais desafios para configurar e gerenciar o firewall das empresas

Mesmo para profissionais especializados em segurança, que trabalham há duas décadas usando firewalls de rede, a configuração e o gerenciamento dessas ferramentas ainda apresentam desafios para que sejam usadas em todo o seu potencial.

No cenário atual, os ambientes de rede se tornaram tão complexos que um único passo em falso em um dispositivo pode deixar toda a rede offline e expor sua empresa a ataques cibernéticos. De fato, você nunca consegue saber realmente como as coisas estão funcionando em seu sistema até que tenha uma solução que ofereça a visibilidade adequada.

Neste artigo, vamos abordar os principais cuidados necessários para configurar e gerenciar o firewall corporativo e otimizar o uso dessa ferramenta de segurança.

A importância de garantir a configuração e o gerenciamento adequados

Quando os firewalls são instalados ou gerenciados incorretamente, eles podem criar grandes riscos para os negócios das empresas. Para agravar a situação, esses problemas muitas vezes não são descobertos até que seja tarde demais. Isso pode gerar problemas tais como:

* Regras de firewall desatualizadas, que permitem acesso não autorizado à rede e ataques cibernéticos;

* Lacunas em conformidade com os regulamentos do setor e as leis de proteção de dados;

* Mudanças inadequadas nas regras de firewall que interrompem os aplicativos de negócios.

Uma peculiaridade sobre os riscos associados ao firewalls é que eles não exigem habilidades sofisticadas de hackers para serem expostos. Na verdade, a sua própria equipe pode ser o pior inimigo da sua organização. Erros simples e descuidos no processo de gerenciamento podem abrir brechas de segurança no perímetro da rede, criando problemas de continuidade para os negócios. Para evitar essas situações, é preciso adotar uma série de medidas, algumas das quais relacionamos a seguir.

  1. Escolher os firewalls certos para as suas necessidades

Você pode se surpreender ao descobrir que existem muitos tipos de arquiteturas de firewall para escolher. Muitos deles são resultantes da construção de tipos anteriores de firewalls para melhorar a segurança que eles fornecem.

Quanto à questão sobre qual desses firewalls você deve escolher, a pergunta mais adequada seria: “Por que escolher apenas um tipo de firewall?” Muitas empresas usam diferentes soluções e procedimentos de gerenciamento de firewall para diferentes partes de sua rede para aumentar a segurança.

Além disso, a escolha do firewall que você usa também pode depender dos objetivos específicos da sua empresa. Um dispositivo de segurança de rede e um procedimento de gerenciamento de firewall que funcionem para uma organização pode não funcionar tão bem para outra. Portanto, certifique-se de consultar um especialista em gerenciamento de firewall antes de optar por qualquer tecnologia.

  1. Avaliar o risco da configuração do firewall

À medida que as redes se tornam mais complexas e os conjuntos de regras de firewall continuam a crescer em tamanho, é cada vez mais difícil identificar e quantificar o risco introduzido por regras de firewall mal configuradas ou excessivamente permissivas.

O principal fator a contribuir para os riscos da configuração de firewall é não saber exatamente o que o firewall deve fazer em cada momento da operação. Mesmo que o tráfego esteja fluindo e os aplicativos estejam funcionando, isso não significa que você não tenha brechas e exposições desnecessárias.

Profissionais de segurança de TI  especializados estão pensando continuamente nas escolhas que devem fazer hoje e nos riscos resultantes que essas escolhas podem criar no futuro. Tudo o que você e a sua equipe fazem em relação às suas políticas de firewall move a sua rede para uma melhor segurança e riscos maiores.

A melhor abordagem para minimizar os riscos da política de firewall é garantir que você entenda o que tem a perder. Use arquiteturas inteligentes de rede e firewall a seu favor e, em seguida, busque ferramentas de gerenciamento automatizadas para ajudar a encontrar e corrigir os riscos de segurança antes que eles fiquem fora de controle.

Ferramentas sólidas de gerenciamento automatizado podem empregar práticas recomendadas de firewall amplamente aceitas e analisar o seu ambiente atual para destacar lacunas e pontos fracos. Algumas soluções também ajudam a restringir regras excessivamente permissivas, identificando o tráfego que está realmente fluindo por uma determinada regra. A combinação da análise manual de políticas de segurança com as ferramentas certas permite que você seja proativo com a segurança do firewall, em vez de descobrir os riscos quando já for tarde demais.

  1. Manter os conjuntos de regras de firewall atualizados e otimizados

Manter um conjunto de regras de firewall bem definido é uma das funções de gerenciamento de firewall mais importantes. Mesmo assim, muitas empresas continuam lutando com isso. Conjuntos de regras difíceis criam diversos riscos técnicos, incluindo portas abertas e túneis VPN desnecessários, regras conflitantes que criam pontos de entrada de backdoor e uma enorme quantidade de complexidade desnecessária.

Além disso, conjuntos de regras inchados complicam significativamente o processo de auditoria, que geralmente envolve uma revisão de cada regra e sua justificativa comercial relacionada. Isso cria custos desnecessários para os negócios e desperdiça o tempo precioso da equipe de TI.

Outro problema comum ocorre quando os administradores de rede e gerentes de segurança são solicitados a fornecer uma cópia do diagrama de rede. Muitas vezes, não há diagrama, ou o diagrama apresentado está muito desatualizado.

  1. Manter as ferramentas sempre atualizadas

Muitas soluções de firewall são baseadas em software e, portanto, precisam de atualizações periódicas para se proteger contra potenciais vulnerabilidades e atualizar suas definições de tráfego hostil. Manter um firewall atualizado é um dos procedimentos de gerenciamento mais básicos que as empresas precisam adotar, mas essas atualizações ainda são facilmente deixadas de lado quando os departamentos de TI estão sobrecarregados e têm outras prioridades.

O uso de um serviço de firewall gerenciado pode ajudar a garantir que essas atualizações críticas sejam executadas imediatamente, o que minimiza os riscos.

  1. Gerenciar as alterações do firewall

Em TI, as coisas estão constantemente em um estado de fluxo. Gerenciar todas as mudanças e atualizar os patches das aplicações são alguns dos maiores problemas que as empresas enfrentam.

Não há uma solução simples para gerenciar alterações por padrão, especialmente quando se trata de firewalls. Mesmo assim, não gerenciar adequadamente as mudanças pode levar a sérios problemas para os negócios, que incluem desde o bloqueio de tráfego, até toda a rede ficar offline e as empresas serem invadidas.

Não entender o impacto das mudanças no firewall, e sem pensar em como até mesmo as menores mudanças podem afetar o ambiente de rede, pode ter efeitos dramáticos.

Sem uma análise cuidadosa, você pode não saber coisas importantes, como:

* Quais aplicativos e conexões suas alterações podem interromper?

* Quais novas vulnerabilidades de segurança serão introduzidas?

* Como o desempenho e a visibilidade serão afetados?

Para gerenciar as alterações do firewall corretamente, você precisa usar um bom conjunto de ferramentas que funcione da maneira correta e automatizada. Além disso, é fundamental ter políticas e procedimentos bem documentados e razoáveis, combinados com controles técnicos que ajudem nas alterações e na fiscalização.

  1. Manter-se atualizado com as regras e legislações

Manter-se atualizado com as várias regulamentações de conformidade, como a LGPD, bem como com as regras de parceiros de negócios, clientes e requisitos de políticas internas pode ser um grande desafio. Você tem que considerar coisas como:

  • O que é realmente necessário para cada regulamento ou política;
  • Quais termos específicos a gerência e a assessoria jurídica concordaram em contratos e SLAs;
  • Como as suas configurações de firewall e práticas de gerenciamento atuais afetam o que a empresa se comprometeu a observar.

Na realidade, se você observar todas as regulamentações de segurança da informação, a essência delas é garantir a confidencialidade e a integridade dos dados confidenciais e garantir a disponibilidade da rede e do ambiente de aplicativos.

O desafio hoje é que os membros da equipe de TI estão sendo continuamente puxados em direções diferentes e, sem dúvida, tão desconectados da conformidade como nunca. Em muitas situações, chega-se ao ponto em que os profissionais de TI têm pouco ou nenhum tempo para realizar trabalhos estratégicos de alto nível, incluindo resolver problemas de conformidade no nível da rede.

Caso queira uma consultoria sobre o uso de firewall, procure uma empresa com uma boa dose de expertise para solucionar os principais problemas de TI. O nosso time altamente capacitado está preparado para entregar os melhores serviços e garantir o correto funcionamento das soluções de segurança da informação para a sua empresa.

Se você gostou do tema que abordamos e quer saber maiores detalhes, então aproveite que está aqui e solicite um orçamento agora!

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos