Segurança da Informação para pequenas empresas

O equívoco comum dos dias de hoje é acreditar que só as grandes corporações serão alvo de ataques digitais e vazamentos de dados. Atualmente são as pequenas empresas que se destacam entre as vítimas mais comuns. Por não se preocuparem tanto com as políticas de segurança, os chamados “small business” se tornaram fáceis de serem violados.

O atual momento da segurança da informação nas PMEs

Segundo estudo da National Retail Federation, cerca de 90% das invasões visam sistemas de pequenas e médias empresas. Entre os hackers, a ciência de que pequenos negócios não priorizam softwares de segurança contra vírus e ameaças de e-mail, por exemplo, favorecem a assertividade desses ataques.

Por parte das empresas de pequeno porte ainda existe uma resistência no investimento em tecnologia para a segurança dos dados. Recorrer ao DLP e aplicar recursos de criptografia para evitar vazamento de informações são protocolos com os quais as PMEs não estão familiarizadas ou seguras para conduzi-los.

Firmar parceria com especialistas em segurança cibernética e proteção avançada são opções de custo-benefício acessíveis, mas nem sempre essa realidade é de conhecimento dos pequenos negócios. O firewall, mesmo sendo essencial contra tentativa de violação da rede, ainda é uma ferramenta desconhecida ou vista como inacessível no cenário das PMEs.

Como a segurança da informação pode estar presente nas pequenas empresas?

Mostrar a necessidade de atualizar processos, sofisticar sistemas e adequar comportamentos é o primeiro passo para corrigir operações inadequadas.

Os pequenos negócios precisam entender que existem equipes e tecnologias especializadas em prover essa alta segurança. Porque sim, é possível personalizar culturas e sistemas para corresponder ao que o pequeno negócio precisa e pode custear.

Em tempo onde os cibercriminosos estão mais ágeis e habilidosos, sair da proteção básica, limitada ao uso de uma única senha, deve ser uma rotina comum também nas empresas de menor porte. A verificação em etapas, por sua vez, avalia credenciais com maior destreza e baseada em critérios mais rígidos, fornecendo maior confiabilidade para pequenos negócios ou grandes organizações.

As PMEs muitas vezes negam o seu status de “possível vítima”. Seja pelo seu segmento de atuação ou tamanho, elas acabam não acreditando na gama de hackers que trabalham para violar sua frágil estrutura. Até mesmo um backup replicado e inteligente, visto por muitos como urgente e indispensável, ainda não é um recurso comum neste tipo de empresas.

Acessibilidade à segurança da informação já é possível

Se para uma grande corporação lidar com esse aglomerado de ameaças e obrigações já demanda tempo, múltiplos profissionais e técnicas variadas, para uma pequena empresa é impossível tratar de tudo isso sozinha. Muitas equipes de TI e os conjuntos de recursos tecnológicos são facilmente adaptados e personalizados para dialogar com qualquer necessidade ou nível de investimento. 

Bloquear vírus, prevenir ataques, corrigir falhas e evitar vazamento de dados são benefícios que as PMEs também podem – e devem – usufruir. Os serviços gerenciados ganharam a atenção do mercado, justamente pela facilidade de adequação a todo tipo de empresa, segmento e condição financeira.

A facilidade em customizar sistemas e equipes tornou a segurança da informação uma realidade acessível. Democratizar o acesso ao que existe de melhor em proteção avançada é uma métrica que pequenos negócios ou grandes empresas podem alcançar, independentemente de seu tamanho.

Beneficiar-se da seguridade é totalmente possível e fácil, basta investir na tecnologia certa e receber a colaboração dos profissionais adequados.

 

 

 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Confira os próximos assuntos

Aumento explosivo de infecções por Ransomware

Ransomware já é uma grande ameaça para os dados corporativos, e a demanda da diversidade de ataques não para de crescer. Entenda como ele ataca, como se proteger e quais ferramentas usar para ajudar.